Inteligência Versus Sabedoria: Qual é a Diferença? Como se Tornar Mais Sábio?

“Nunca confunda conhecimento com sabedoria. Um o ajuda a ganhar a vida; o outro ajuda você a construir uma vida”

Assim disse a psicóloga clínica, Dra. Sandra Carey, resumindo nitidamente a diferença entre essas duas qualidades humanas frequentemente confusas.

Essa observação perspicaz sugere que a sabedoria é um elemento importante para alcançar a satisfação com a vida. E ainda hoje, parece que o grande foco está na aquisição de conhecimento e no desenvolvimento da inteligência.

Todo mundo está decidido a buscar sua educação até o enésimo grau na esperança de conseguir aquele emprego dos sonhos, junto com o status social e a recompensa financeira que ele traz.

Inteligência Versus Sabedoria: Qual é a Diferença? Como se Tornar Mais Sábio?

A Sabedoria é Deixada Para Trás na Corrida Pelo Topo.

Acontece que o perdedor nessa busca pela excelência acadêmica é a boa sabedoria antiquada, que caiu no ranking de qualidades desejáveis ​​em um mundo obcecado por conhecimento e voltado para metas.

Quantas descrições de cargos você leu citando sabedoria como um requisito para os candidatos?

No entanto, chegou o tempo em que essa mais nobre das qualidades era altamente valorizada. Aqueles com sagacidade e profundo conhecimento de uma ampla gama de experiências de vida eram procurados para dispensar conselhos e entregar as pérolas de sabedoria que as pessoas ansiavam.

Agora, porém, é tudo sobre notas e adquirir o próximo conjunto de qualificações para nos impulsionar na classificação salarial - não esquecendo a bravata e o auto engrandecimento que vem com a busca do sucesso.

Você se esforçou, você ganhou sua recompensa - trabalho feito e você está pronto para a vida, não é?

Bem, talvez não. Ser inteligente e trabalhador não é tudo.

Sim, suas excelentes realizações acadêmicas mostram que você é capaz de raciocínio lógico, compreensão de conceitos e está equipado com muita determinação e coragem quando se trata de começar a trabalhar.

Por mais admiráveis ​​que sejam essas qualidades, as pesquisas indicam que a inteligência não é um indicador de bem-estar.

Parece que nossa busca obsessiva por conhecimento tem prejudicado o cultivo da sabedoria. Isso, por sua vez, resultou em uma experiência geral de vida diminuída.

Então, Qual é a Diferença Entre Sabedoria e Inteligência?

Nem sempre é fácil definir qualidades abstratas como essas, mas uma rápida atualização na definição do dicionário de cada uma pode lançar alguma luz:

Sabedoria: a habilidade de usar sua experiência e conhecimento para tomar decisões e julgamentos sensatos.

Inteligência: capacidade de pensar, raciocinar e compreender, em vez de fazer as coisas automaticamente ou por instinto.

Destilando essas definições ao essencial, a principal diferença parece ser que a sabedoria usa a perspectiva obtida com as experiências de vida, ao passo que a inteligência se resume à aquisição de fatos e conhecimentos empíricos.

Aplicar o debate natureza / criação é outra maneira de distinguir entre os dois:

A inteligência é geralmente aceita como sendo algo com que você nasce até certo ponto (embora também exija nutrição para cumprir seu potencial).

Sabedoria, por outro lado, não é algo inato, necessitando de tempo e experiência, bem como observação e contemplação para se desenvolver e, por fim, florescer.

Outra maneira de discernir a diferença é dizer que inteligência é saber fazer algo; sabedoria é saber se e / ou quando devemos fazê-lo.

Inteligência pode significar saber como invadir a rede de computadores do seu trabalho, mas sabedoria é entender que isso provavelmente é uma má ideia!

O Que Significa Ser Sábio?

Sem surpresa, a lista de citações sobre o assunto da sabedoria é longa e esclarecedora. Aqui estão apenas algumas, para que você entenda a essência:

Pierre Abelard: “O início da sabedoria está na dúvida; ao duvidar, chegamos à questão e ao buscar, podemos chegar à verdade”.

Albert Einstein: “A sabedoria não é um produto da escolaridade, mas da tentativa de adquiri-la ao longo da vida”

Marilyn vos Savant: “Para adquirir conhecimento, é preciso estudar; mas para adquirir sabedoria, deve-se observar”

Sócrates: “A única sabedoria verdadeira é saber que você não sabe nada”

Benjamin Franklin: “A porta de entrada para o templo da sabedoria é o conhecimento de nossa própria ignorância”

Confúcio: “Saber o que você sabe e saber o que você não sabe. Essa é a verdadeira sabedoria”

Há um tema comum percorrendo essas palavras sábias e que é a humildade, uma qualidade um tanto estranha em nossa sociedade agora, onde tocar trombeta é o que importa. Mas, vamos falar mais sobre isso mais tarde.

Bem ali, entre essas joias, você pode encontrar a inspiração necessária para encorajá-lo a desenvolver seu "sábio" interior com o objetivo de se tornar um indivíduo mais sábio e com pensamento mais profundo.

Mais tarde, veremos maneiras de fazer exatamente isso, mas primeiro vamos investigar por que essa qualidade em particular melhora tanto a vida.

O Que a Sabedoria Pode Fazer Por Nós?

Em nossa existência frenética e desafiadora, nunca foi tão importante estar equipado com a sabedoria para fazer as escolhas certas; a sabedoria para lidar com o desconhecido; a sabedoria de observar; a sabedoria para lidar com as emoções; a sabedoria para compreender; e a sabedoria de ver além do valor nominal.

De acordo com o estudo mencionado anteriormente ...

“... o raciocínio sábio está associado a maior satisfação com a vida, menos afeto negativo, melhores relacionamentos sociais, menos ruminação depressiva, mais palavras positivas versus palavras negativas usadas na fala e maior longevidade”

Outro estudo descobriu que pessoas mais sábias experimentaram menos solidão.

A pesquisa identificou vários componentes da sabedoria:

  • Compaixão
  • Conhecimento geral da vida
  • Gerenciamento de emoções
  • Empatia
  • Altruísmo
  • Um senso de justiça
  • Discernimento
  • Aceitação de valores divergentes
  • Decisão

Também há evidências de que a capacidade dos pensadores sábios de ver as coisas de uma perspectiva mais ampla e de mente aberta resulta em um ponto de vista mais otimista.

Enquanto alguém com a mente mais fechada, defensiva e negativa, normalmente, na mesma situação, veria apenas tristeza e destruição.

Outro aspecto positivo que anda de mãos dadas com a sabedoria é maior tolerância e uma resposta emocional mais equilibrada.

A autoconsciência que vem com a sabedoria promove o autocontrole e mantém o controle sobre as emoções negativas, como raiva e frustração.

É a voz interior que aconselha contra apagar as luzes de alguém ou gritar obscenidades - nunca uma escolha sábia. Exemplos extremos, mas você entendeu.

O que também vem com sabedoria é a capacidade de ver as situações de uma perspectiva distante e instantânea; um fator muito importante na tomada de decisões melhores.

O auto distanciamento, dessa forma, coloca a situação em um contexto mais amplo, alcançando um resultado mais equilibrado e satisfatório.

O resultado não é apenas uma decisão inteligente, é uma decisão sábia e essas são as que geralmente levam à maior felicidade.

Todas essas evidências indicariam que, além de acumular o máximo de conhecimento possível a fim de cumprir nosso potencial e ser o melhor no campo escolhido, também é importante cultivar a sabedoria para alcançar o bem-estar emocional, para fazer nós mesmos, humanos mais redondos, completos e realizados.

6 Maneiras de se Tornar Uma Pessoa Mais Sábia

A sabedoria não é privilégio da geração mais velha; cabelos grisalhos e rosto enrugado que parecem um roteiro não são pré-requisitos para ser sábio.

Existem alguns passos ativos que você pode tomar para desenvolver seu "sábio" interior, o que, por sua vez, ampliará e aprofundará sua própria experiência de vida, fazendo com que o esforço valha a pena:

1. Vá com calma.

Encarar-se com ocupações constantes e trabalhar duro para compensar suas inadequações percebidas (provavelmente inexistentes) podem impressionar os chefes.

Não vai, no entanto, torná-lo mais sábio.

Certifique-se de reservar um tempo todos os dias para ficar quieto e calmo, permitindo-se descansar e se afastar do estresse da vida por um tempo.

Usar seu tempo livre para ler ou até mesmo assistir documentários será muito mais benéfico do que preencher o vácuo com inutilidade como TV ou videogame.

Melhor ainda, uma caminhada na floresta lhe dará tempo para relaxar, respirar, refletir e expandir sua mente.

Durante esses períodos de calma, passe algum tempo refletindo sobre seu eu interior. Não é possível apreciar os pensamentos e motivações dos outros se você não tem um controle sobre o que realmente o move.

Aprender a arte da meditação é uma das melhores maneiras de desenvolver um "olho interior".

Você descobrirá que novas perspectivas se abrem para você quando sua mente não está distorcida pelo clamor da atividade frenética.

2. Pense antes de falar.

Há um aforismo consagrado que diz:

“Conhecimento é saber o que dizer. Sabedoria é saber dizer ou não”

Em vez de ceder ao impulso de responder instantaneamente, tente dar a si mesmo espaço e tempo para reflexão antes de falar.

Seja receptivo e ouça com atenção, mas nem sempre sente que precisa expressar sua opinião imediatamente, ou mesmo que precise.

3. Diga adeus ao "preto e branco".

Tente não fazer julgamentos instantâneos. Poucas coisas na vida são realmente preto e branco.

Em vez disso, tente avaliar o que está acontecendo procurando nas entrelinhas as áreas cinzentas. Ficar sentado em cima do muro por um tempo lhe dará a chance de ver as coisas de uma perspectiva mais ampla.

Ter uma visão geral que considera as incertezas em potencial, em vez de fatos pretos e brancos, permitirá que você ofereça conselhos mais circunspectos, se necessário.

Quaisquer decisões relacionadas provavelmente serão melhores.

4. Desenvolva uma mente questionadora.

Você pode já ter chegado ao fim da sua educação formal, mas o aprendizado não para por aí.

Se você parar de alimentar sua mente com novas experiências - ampliando e aprofundando sua compreensão - ela atrofiará.

A autora filosófica Anaïs Nin colocou desta forma:

“A vida é um processo de transformação, uma combinação de estados pelos quais temos que passar. Onde as pessoas falham é que desejam eleger um estado e permanecer nele. Esta é uma espécie de morte"

Para se tornar mais sábio, você precisa abrir sua mente, ativar sua curiosidade natural e estar preparado para experimentar.

Esteja faminto por novos pontos de vista e novas experiências. Sim, você cometerá erros, mas eles fazem parte do processo.

O segredo é adquirir o máximo de experiências diferentes que puder. Cada uma aumentará a amplitude e a profundidade do seu entendimento.

Um princípio budista chave é o conceito de "mente de iniciante", que é repleta de maravilhas de descoberta.

Pense na sensação de admiração de uma criança ao ver o poder do oceano pela primeira vez; esse é o tipo de abordagem da vida que você precisa cultivar.

Com cada experiência abordada a partir dessa perspectiva infantil, surgirá um pouco mais de sabedoria e compreensão.

5. Leia, leia, leia.

Leia em seu trajeto, leia na cama, leia no banheiro. Leia livros, revistas e jornais. Leia blogs, leia comentários sociais, leia quadrinhos, leia as obras dos maiores pensadores filosóficos. Leia romances ou ficção policial. Leia sobre seus hobbies ou sua área profissional.

Vá à biblioteca ou leia online. Apenas leia.

Mas lembre-se de refletir sobre o que leu, formar opiniões e, se possível, falar sobre o que leu com amigos e colegas.

O que quer que você leia, ajudará a construir uma valiosa jangada de conhecimento (conhecimento que vai além de meros fatos de sala de aula).

Ao longo do caminho, você aprenderá como outras pessoas lidaram com situações adversas que você mesmo pode enfrentar.

Há muita verdade no ditado:

“Nós nos perdemos nos livros; nós nos encontramos lá também”

6. Um pouco de humildade ajuda muito.

Como pode ser visto claramente nas citações de grandes pensadores acima, reconhecer o quão pouco realmente sabemos é a pedra angular da verdadeira sabedoria.

E ainda assim nossa cultura é toda sobre autopromoção. Para conseguir esse emprego excelente, é necessário um discurso de vendas completo. E é tentador exagerar, aumentando um conjunto de habilidades perfeitamente adequado em algo muito além de sua zona de conforto real.

Isso não quer dizer que você precise abdicar de sua autoestima de alguma forma. Pintar uma imagem verdadeira de você mesmo, em vez de algum modelo de virtude nos negócios, acabará por lhe dar mais respeito.

Aceitar suas próprias limitações é um passo importante no caminho para uma sabedoria maior. Por sua vez, um pouco de humildade permitirá que você respeite e aprecie as habilidades dos outros em vez de temê-los.

O Que Vou Ganhar Com Isso?

Voltemos à diferença entre inteligência e sabedoria.

Há poucas dúvidas de que aproveitar ao máximo o QI com que fomos abençoados ao nascer e enfiar conhecimento factual em nossas mentes sobrecarregadas pode trazer recompensas financeiras e sucesso material.

Mas em termos de satisfação geral com a vida, a sabedoria é sempre vencedora.

Possuir sabedoria torna o ser humano mais completo e certamente mais realizado.

Você estará melhor equipado para lidar com os altos e baixos da vida e também para ter empatia com as lutas vividas por sua família, amigos e colegas.

Como escreveu o antigo filósofo e poeta Rumi:

“Ontem eu era inteligente, então queria mudar o mundo. Hoje sou sábio, então estou mudando a mim mesmo”

E se você seguir suas sábias palavras e mudar a si mesmo, essas melhorias para melhorar sua vida estão ao seu alcance:

  • Melhor tomada de decisão
  • Maior empatia
  • Melhor capacidade de lidar com adversidades
  • Uma visão mais otimista
  • Menos probabilidade de sentir solidão

Para nos trazer de volta ao ponto de partida, com as palavras sábias da Dra. Carey, a sabedoria é realmente a chave para viver a vida mais plena possível.

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem